Posts

Ao receber o seu Quadriciclo Quadris siga os procedimentos de finalização de Montagem Quadriciclo Quadris/ Todos os quadriciclos

  1. PARA GARANTIR A SEGURANÇA DO USUÁRIO , LEIA ATENTAMENTE O MANUAL DO PROPRIETÁRIO ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO.

2.EFETUE A FINALIZAÇÃO DA MONTAGEM DO SEU QUADRICICLO COM PESSOAL  ESPECIALIZADO.

Norteie o montador: efetuar a colagem de todos os parafusos faltantes do quadriciclo com cola rosca, principalmente os das rodas e das peças de alinhamento.

NUNCA: UTILIZE O PRODUTO DESALINHADO OU COM RODAS SOLTAS

3.APÓS A MONTAGEM, SIGA OS PASSOS DO VIDEO PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA.

4.SEMPRE EXECUTE ESSES PROCEDIMENTOS ANTES DO USO.

  1. APÓS OS PRIMEIROS USOS, COMO OS EMBUCHAMENTOS SÃO NOVOS CHEQUE REAPERTOS E ALINHAMENTO DE SEU QUADRICICLO..
  2. SEMPRE ANDE COM A MAQUINA ALINHADA E OS PNEUS CALIBRADOS.
  3. NUNCA EXCEDA A CAPACIDADE DE CARGA E DE PASSEIROS.
  4. SÓ UTILIZE GASOLINA PURA E DE BOA QUALIDADE, NÃO UTILIZE COMBUSTÍVEL VELHO ( O PRAZO DE VALIDADE EM GALÃO É DE UM MES)

8 AFIM DE EVITAR IMPUREZAS NO TANQUE, NUNCA REUTILIZE RECIPIENTES PARA O TRANSPORTE DE COMBUSTIVEL.

  1. ATENÇÃO SEU QUADRICICLO É ENVIADO COM A TORNEIRA DE COMBUSTÍVEL FECHADA E COM O TANQUE SEM NENHUM RESÍDUO DE COMBUSTÍVEL.
  2. SEU QUADRICICLO FOI TESTADO E AFINADO ANTES DO ENVIO EVITANDO A NECESSIDADE DE QUALQUER TIPO DE REGULAGEM.
  3. AO TRANSPORTAR SEU QUADRICICLO EM UMA CAMINHONETE SEMPRE PEGUE PELO EIXO E PELO PARACHOQUE EVITANDO PUXAR ALGUM FIO.

DICAS IMPORTANTES:

ABASTEÇA SEU QUADRICICLO COM A QUANTIDADE DE COMBUSTÍVEL QUE VAI UTILIZAR, ASSIM EVITANDO A DECANTAÇÃO DE RESÍDUOS EM SEU CARBURADOR.

QUADRICICLOS EM DES-USO, APÓS O USO FECHE A TORNEIRA DE COMBUSTÍVEL E DEIXE O QUADRICICLO EM FUNCIONAMENTO ATÉ O MOTOR PARAR. ESGOTE O TANQUE AFIM DE EVITAR A OXIDAÇÃO DO COMBUSTÍVEL  EVITANDO A PERDA DE OCTANAGEM.

AO RELIGAR SEU QUADRICICLO USE SEMPRE COMBUSTÍVEL COMPRADO RECENTEMENTE.

VIDEO DO FUNCIONAMENTO E TESTES E FINALIZAÇÃO PARA O ENVIO DE SEU QUADRICICLO A DISPOSIÇÃO COM SEU/SUA VENDEDOR.

caso ainda não seja cliente, visite nossa pagina principal www.quadris.com.br e escolha seu modelo.

 

 

SEGUE  ABAIXO O VIDEO

Qual o modelo ideal para seu primeiro Quadriciclo Quadris

visite www.quadris.com.br

Comprando Seu Primeiro Quadriciclo. Qual tipo é ideal para você?

Determinar a categoria de quadriciclo que serve ao seu estilo de pilotagem e a finalidade que se fará dele é a primeira etapa no processo de compra de um Quadriciclo. Apresentamos a seguir, as definições das três categorias de quadris seguidas por algumas respostas às perguntas mais comuns.

O que é um ‘Utility Quad ou quadris utilitário’?
Os ‘Utility Quads’ ou utilitários são exatamente o que o nome implica. São mais orientados ao trabalho, para utilização em fazendas, por exemplo. Os quadris utilitários têm tipicamente uma suspensão mais dura, carenagens maiores, bagageiros grandes e motores 4 tempos. Os quadriciclos utilitários têm pneus grandes e carenagens maiores que oferecem melhor proteção da lama que as máquinas da categoria dos ‘Sports’ ou da ‘Sport-Utility’. Além disso, os Utility têm relações de marcha mais reduzidas e oferecem um ótimo torque. Nosso modelo utilitário 150cc com aro 10 é automático com ré que facilitam o modo de dirigir

Apesar de idealizados para o trabalho pesado, os utilitários são também utilizados para lazer. Eles são, geralmente, mais fáceis de aprender. São maiores e mais pesados possibilitando uma pilotagem mais confortável.

 

O que é um ‘Sport Quad ou Quadris sport aro 8’?

Os quadriciclos da categoria ‘Sport’ são máquinas mais rápidas e leves. Têm motores de quatro tempos e são ajustados para o desempenho máximo. Tem normalmente câmbio manual ou semi automático e relações elevadas fazendo com que a potência do motor seja direcionada para manter a aceleração. A suspensão de longo curso é feita para aguentar os saltos. O peso é um fator importante e, sendo assim, os ‘Sport’ são menores, não têm racks, a carenagem é pequena e com toda certeza você ficará enlameado! Os quads ‘Sport’ possibilitam uma pilotagem mais agressiva mas é aconselhável um pouco de cautela para os iniciantes.  Nosso modelo Quadris 125 com aro 8 possui 9 cavalos, diferente aos concorrentes com 6 cavalos, nossa motorização é fabricada pela maior fabrica de motores do mundo a LONCIN, que produz também os motores da BMW.

Devo começar com um semi automático ou automático?
A transmissão automática é mais agradável de se pilotar e tem sido melhorada nos últimos anos, no caso de nosso modelo Quadris 150 o cambio é CVT ao pilotar você não sente nem ouve as mudanças de marcha.

Com o  cambio semi automático, alem de sentir melhor o motor da maquina,  torna mais ágil as retomadas com a troca de marchas tanto na redução quanto na esticada final. Isto é importante em descidas íngremes, quando a compressão do motor funciona como freio.

Realmente preciso de 4×4?
Não, nossas maquinas são bem leves e saem facilmente de qualquer atoleiro.

Devo começar com um 400cc?
Se você ainda está começando a pilotar um quadriciclo e esta for sua primeira compra, sugerimos que comece com um quadriciclo menor. Não é necessário começar com o maior quadriciclo possível e raramente um 400cc 4×4 vai a algum lugar que um Quadris  150 cc não vá.

 

E meu tamanho, é um fator?
Sua altura e peso não são fatores tão importantes como nos quads de esporte. A menos que você seja muito pesado, toda máquina utilitária poderá transportá-lo com facilidade, pois seu limite de carga é de 150k . Se você estiver acima dos 150 kg, comece um quad de motor grande. Se você for alto, os quads mais potentes também são melhores já que possuem o quadro maior. O ideal é que, ao sentar-se no quad, seu joelho fique dobrado em 90 graus.

Os quads pequenos da categoria esporte podem ser um pouco desconfortáveis para uma pessoa mais alta. Entretanto, se você tiver um estilo agressivo de pilotagem, sua altura não pode ser um fator predominante. Normalmente você estará em pé e, nesta posição, a diferença do tamanho passa desapercebida. Seu peso faz pouca diferença, a não ser o fato de que, quanto mais pesado, mais curtos e baixos serão seus saltos.

 

Ainda tem duvidas? Fale com um de nossos vendedores 11 2922-3050

DICAS DE LAVAGEM PARA SUA MOTO OU QUADRICICLO.

Muitos usuários nunca tiveram a curiosidade de lavar sua moto ou quadriciclo simplesmente levam a uma oficina, ou lava-rápido e ficam felizes da vida. Cuidado! Existe uma mania nacional de lavar moto com água pressurizada, pulverização de querosene ou água quente. Esqueça tudo isso, arregace as mangas e vamos ao trabalho.

Primeiro de tudo, saiba que moto e quadriciclo não é carro, por isso o que serve nos carros não funciona esses veículos. Aquele festival de jato de água não faz mal ao carro porque ele tem carroceria cobrindo o motor, freios, cabos etc. Na moto, mesmo feita para suportar as intempéries, devemos proteger suas partes, digamos, íntimas. Todo mundo já viu o festival de cabos e fios que passam de um lado para outro. Quando a moto ou quadriciclo recebe um jato de água pressurizado, a umidade penetra nos chicotes elétricos e pode provocar o maior curto circuito.

Da mesma forma, muitos componentes móveis são protegidos por anéis de borracha, que estão na corrente e juntas como balança, pedal de câmbio e outros. Ao mandar um jato de querosene por cima de tudo, (ou qualquer outro solvente), estas borrachas sofrem um ressecamento e irão rachar, perdendo a capacidade de vedar a entrada de sujeira ou permitindo o vazamento de óleo. A água quente elimina a lubrificação de muitas peças móveis, sobretudo rolamentos e a corrente. Aliás, esta é a maior vítima do excesso de lavagem.

Não utilize querosene no disco de freio. O querosene é um solvente que leva óleo na sua composição.

Procure um local abrigado do sol e prepare os materiais que irá utilizar: pincel macio, uma vasilha, a lata de querosene Sim, você pode usar querosene em ALGUMAS partes da moto ou mesmo tinner, um balde, panos, esponja e a mangueira.

Espere o motor esfriar antes de jogar água.

Comece pincelando querosene ou tinner nas partes onde normalmente grudam as sujeiras mais pesadas, como a parte debaixo do motor, nas áreas onde respingam óleo de corrente, por baixo dos pára-lamas, cárter, balança traseira, bengalas, roda traseira (sem atingir o disco ou cubo de freio), raios e bloco do motor. Logo depois jogue água com a mangueira, sem pressão, só para retirar o querosene ou o tinner.Dilua sabão de côco ou detergente neutro no balde com água até fazer espuma. Megulhe a esponja (não use aquela de dupla face porque risca os cromados) na água e ensaboe todo o véiculo. Comece sempre de cima para baixo, da parte mais limpa para a parte mais suja. Enxágüe com cuidado, sem pressão, até sair todo sabão. Nas motos ou quadriciclos com escapamento saindo por cima, tome o cuidado de cobrir a saída para evitar a entrada de água. O banco pode ser esfregado com uma escova de cerdas macias, principalmente se for colorido (azul, amarelo, vermelho). Tire todo o sabão.

Antes de enxugar com um pano macio (as fraldas de pano, ou camisetas velhas são excelentes), balance bastante a moto pra frente e pra trás para tirar o excesso de água que fica acumulado em pequenas “conchas”. Destape o escapamento e ligue o motor só por uns 30 segundos para tirar a umidade. Enxugue principalmente todas as partes de metal para evitar a formação de ferrugem. Comece de cima para baixo e depois de tudo sequinho, volte a ligar o motor por uns 2 minutos só pra secar tudo direitinho.

Polimento e cera, mas só a cada dois meses, para não “gastar” as partes pintadas e cromadas. Nas peças cromadas use limpa prata, com cuidado de usar esponja para espalhar a cera e estopa ou algodão para tirar o excesso e dar brilho. Nas peças de plástico, use cera à base de silicone para não ressecar. No tanque pode-se usar cera automotiva ou no caso de quadriciclos que é de plastico, utilize selicone.

Mais dicas:

  • Jamais, , passe produtos químicos nos pneus, o famoso “pneu pretinho”, porque pneu já é preto e a química resseca a borracha.
  • Após a lavagem lubrifique a corrente com graxa branca e também lubrifique o cabo de embreagem com óleo fino.
  • Cuidado nas primeiras frenagens porque o sistema de freios estará molhado e frio.
  • Aproveite a lavagem para verificar o desgaste de peças, checagem das lâmpadas e regulagens diversas.
  • Retirar o tanque e banco, mas não jogue água nestas partes, limpe apenas com pano úmido.