Você sabia que o fluido de freios a disco é um item de manutenção? 

Dicas de Manutenção do freio

Você sabia que o fluido de freios a disco é um item de manutenção?

Aposto que muita gente não sabe que o fluído tem que ser trocado em intervalos regulares.

Neste artigo vou discutir porque é importante, e passarei o meu método de e sangramento do sistema de freio, tão como algumas outras peças para inspecionar ou substituir, durante estes processos.

A maioria das pesoas senta em seu veículo e não se peocupa com esses itens, nem imagina que um sistema desgastado pode comprometer a segurança e a obediência em frenagens.

Fluidos de freio tem um muito curto de vida, uma vez que tenha sido exposto à atmosfera começa a se degradar.
A água é naturalmente atraída por ele e o satura, tornando-o mais corrosivo e podem fazer os componentes internos travarem.

Além disso, fluido de freio tem a dura tarefa de transferência de calor das pastilhas de armazenar o calor para depois dissipar-lo mais tarde.
O excesso de calor, pode danificar as mangueiras e retentores de seu sistema de freio.

As mangueiras também podem entupir, causando o refluxo e destruindo os retentores do cilindro mestre.

Imaginem o sistema de freio travando enquanto o veículo esta em uso!
Em motos, normalmente mais utilizados como freio frontal, a moto entraria em RL. acidente feio.

Em, quadriciclos, como os freios normalmente são independentes o perigo aumenta, pois o travamento de um dos freios ocasiona em capotagem

Agora que você conhece algumas das conseqüências, vamos passar à minha maneira preferida para lavar e sangrar o sistema.

Primeiro vamos definir as ferramentas necessárias.
Seringa Grande
Chave 6 mm (ou o que sempre se adequa ao seu tamanho de parafuso de sangria)
3 / mangueira de aproximadamente 1,6 ou 2 metros
Uma garrafa de fluído Dot 3 ou 4 (confira o seu tipo no Manual do poroprietário).

Sempre use fluido novo, de um recipiente selado, se o recipiente estiver aberto a mais de 6 meses, jogue fora e compre um novo. É seguro e mais barato contra a contaminação.

O procedimento é bastante simples.
Comece por drenar seu cilindro mestre tanto pela remoção tampa do reservatório e o retentor de borracha absorvendo o líquido com um pano limpo.
Solte o parafuso de sangria e instale a mangueira no bocal.
Encha a seringa com o líquido lembre-se de bater pra remover as bolhas de ar.

Solte o parafuso de sangria e empurre lentamente o líquido para o sistema.
Isto faz duas coisas, ele volta liberando restos e impuresas e também empurra o ar para cima e para fora de todo o sistema.
Certifique-se de que não empurra o ar no sistema, feche o parafuso de sangria de cada vez que reabastecer a seringa.
Com alguma paciência e prática, você pode mudar o líquido em seu sistema em menos de 20 minutos. Uma boa regra de ouro é trocar o seu fluido a cada 2 anos, no mínimo.

Existe um modo mais comum de fazer a troca mais é muito demorado

Abra o reservatorio de fluído, retire a borracha retentora

Abra de algumas bombadas no sistema, depois solte o parafuso de sangria. Feche o parafuso, bombe de novo….

Faça isso repetidas veses até esgotar o fluído.

PS> ao recolocar o retentor, ele não vai caber, pois ela incha em contato com o ar. Limpe-a com um pano seco e aguarde uma meia hora.

 

gostou desse post compartilhe  www.quadris.com.br fone 11 2922-3050